Notícias
Aplicação de Celtonita na cultura de arroz no Baixo Mondego
cover
01/31/2018

A Zeocel efetuou um estudo com o intuito de verificar a eficiência da aplicação de celtonita na cultura do Arroz. O ensaio de campo foi realizado na zona do Baixo Mondego.

Objetivos

– Avaliar o comportamento agronómico e a produção obtida
– Avaliar o efeito da aplicação de Celtonita na cultura do arroz

Conclusões

Em termos de produtividade obtida à colheita, na modalidade com CELTONITA, obteve-se um incremento de cerca de 20 a 25% em relação à modalidade sem CELTONITA.
Verificou-se que a modalidade com CELTONITA apresentou resultados mais satisfatórios relativamente à qualidade do arroz, no sentido em que minimizou a incidência da Piriculária.
No caso do comprimento da panícula e dos parâmetros tecnológicos (desempenho industrial e biometria), verificou-se um efeito muito positivo resultante da aplicação de CELTONITA.

No início do ciclo vegetativo da cultura, a modalidade com CELTONITA apresentava uma melhor coloração, um crescimento muito homogéneo, uma textura muito consistente e um bom desenvolvimento radicular, melhor do que na modalidade sem CELTONITA.

Verificou-se também que com aplicação de CELTONITA a cultura germinou mais cedo relativamente à modalidade com aplicação apenas do adubo químico. Em termos de comprimento da panícula, nº de panículas/m2 e comprimento da planta, os resultados com aplicação de CELTONITA foram mais satisfatórios, pois a altura da planta apresentava mais 20 cm em relação à modalidade sem CELTONITA.